O que é, como funciona e como ter o seu dropshipping

Compartilhe esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A Amazon é a maior empresa de e-commerce do mundo, e a mais admirada também. O que pouca gente sabe é que uma boa parte dos produtos ali vendidos não está estocada nos armazéns da empresa espalhados pelo mundo, para envio aos clientes. E isso também acontece com todos os mais importantes maketplaces do mundo, como o Mercado Livre, o Aliexpress e a Americanas.com, por exemplo.

É por meio do dropshipping que a Amazon e tantas outras empresas de e-commerce vendem tantos e tantos produtos sem tê-los em estoque. E isso é plenamente possível, legal e – o que é melhor – lucrativo. Mas o que é, como funciona e como ter o seu dropshipping? A AM Contabilidade Online preparou esse conteúdo para lhe ensinar tudo sobre dropshipping.

Somos uma assessoria contábil e financeira especializada em empresas do mercado digital, conhecemos profundamente o mercado e a legislação referente ao e-commerce, e vamos lhe dar, agora, o passo a passo para você ter o seu dropshipping.

O que é dropshipping?

Se fizermos uma tradução livre de dropshipping, o termo significaria “livre de remessa”. Dropshipping nada mais é do que a venda no varejo sem que seja necessário manter produtos em estoque.  Quando um comerciante monta um dropshipping, na verdade ele é uma espécie de ponte entre o produto e o consumidor, com a responsabilidade única de fazer a venda, além, é claro, de utilizar o marketing digital para chegar até o cliente. É como se ele fosse uma vitrine terceirizada!

Mas como isso pode acontecer? Como um comerciante pode vender sem ter o produto em mãos para entregá-lo ao seu cliente? Pois é; aí está a verdadeira revolução que o e-commerce promoveu nas negociações. A coisa mais comum de se encontrar na internet são dropshippings, ou seja, lojas virtuais que apenas fazem a venda, deixando para o fabricante ou distribuidor cuidar de toda a logística de entrega.

No dropshipping, o vendedor sequer tem contato com o produto. Ele faz a venda e recebe uma comissão por isso, e pronto! Não tem custos de logística, não gasta com inventários, sequer precisa manter um local para armazenagem de produtos. Sua loja está sobre uma escrivaninha, na tela de um monitor.

Trata-se de uma forma bem econômica de se iniciar um negócio, já que os investimentos são mínimos. E os lucros podem ser bem altos, porque na internet o céu é o limite, e por meio de um bom trabalho de marketing digital e dedicação é possível fazer um número bem alto de vendas.

Vantagens do dropshipping

  • É possível montar um negócio com quase nenhum capital;
  • Inúmeras oportunidades de negócios e início imediato;
  • Não há necessidade de abrir uma loja física;
  • Não há responsabilidade com o pós-venda, como entrega, suporte e trocas.

As desvantagens do dropshipping

  • É praticamente impossível ter controle sobre a operação, já que sequer o estoque está sob seu domínio;
  • As margens de lucros, em geral, são bem baixas;
  • Perda de vendas porque você não sabia que o estoque estava zerado. E isso cria problemas com o seu consumidor, que vai reclamar com você.

Como montar um dropshipping de sucesso

Alguns passos precisam ser observados para que você monte um dropshipping de sucesso:

  • Faça parceria com fornecedores de confiança;
  • Só ofereça ao cliente o que pode ser entregue;
  • Trabalhe muito bem trabalhado o marketing digital da loja;
  • Acompanhe a entrega e mantenha o cliente bem informado;
  • Aposte no relacionamento com o cliente.

Você precisa formalizar sua empresa?

Com certeza, sim! O cliente compra o produto na sua loja, você faz o pedido para o fornecedor, que se encarregará da distribuição, mas sua loja precisa tributar a operação, ou seja, pagar imposto sobre ela.

Somente uma empresa legalizada pode operar legalmente, cumprindo com todas as suas obrigações, inclusive a emissão de nota fiscal. Alguns afiliados, que apenas revendem produtos, teimam em não formalizar o negócio, mas as próprias plataformas de vendas, como a Hotmart, limitam a comissão em R$ 1,9 mil, justamente para não haver problemas com o leão do imposto de renda.

Agora, imagine uma loja que não está formalizada. Como ela cumprirá com todas as suas obrigações legais? Se a sua intenção é faturar bem por meio de um dripshipping, precisa se formalizar. Do contrário, terá ganhos absolutamente limitados, ou irá operar na ilegalidade. ar

Nota fiscal e regulamentação do dripshipping

Esse não é um assunto simples. Muitas pessoas ficam confusas com a tributação do dropshipping. Isso acontece porque não há, ainda, uma legislação específica regulamentada, mas a emissão da nota fiscal é fundamental e tem que acontecer.

As vendas de um dripshipping podem ser muito volumosas, o que necessita um controle muito apurado dos ganhos. A automação, nesse caso, é fundamental.  O que é importante dizer é que uma contabilidade especializada e experiente vai trabalhar de um jeito tal que sua empresa será tributada apenas sobre o valor líquido da operação, ou seja, sobre o seu lucro.

Natureza jurídica e regime tributário

Esse é um assunto importante para você conversar com o seu contador experiente e especializado ao abrir sua empresa. Ele cuidará de toda a burocracia, mas o mais importante é a assessoria que ele irá lhe prestar, tirando todas as dúvidas e escolhendo os melhores formatos para você.

Uma loja de dropshipping não pode ser uma microempresa individual (MEI). As principais naturezas jurídicas são Sociedade Empresária limitada, Sociedade Limitada Pessoal, Empresa Individual de Responsabilidade Limitada individual (EIRELI) e Empresa Individual (EI)

Já os principais regimes de tributação (quais impostos e quanto pagará) são Simples Nacional (uma guia apenas para oito diferentes impostos federais, estaduais e municipais), Lucro presumido (impostos são calculados sobre um lucro presumido) e Lucro real (tributos são calculados sobre o faturamento real).

Redução de impostos: é possível?

Com certeza, sim, e isso depende de um amplo planejamento tributário que apenas uma contabilidade especializada e muito experiente poderá fazer. Talvez sua empresa esteja adotando um regime tributário menos atraente para você, pagando mais impostos do que devia. Você sabia, por exemplo, que a produção e comercialização de e-books são livres de impostos?

Converse com o contador e peça para que ele faça um amplo planejamento e estudo tributário para a sua empresa. Os resultados podem ser animadores!

A AM Contabilidade Online é especializada em contabilidade para empresas digitais

Você já sabe que contar com uma contabilidade experiente e especializada pode fazer toda a diferença para o seu negócio. Uma empresa precisa ser corretamente formalizada para exercer sua atividade fim e se beneficiar da legislação, pagando a menor quantidade de impostos possível.

A AM Contabilidade Online atua por meio de uma contabilidade consultiva, moderna, completamente e comprometida com a gestão e os resultados da sua empresa. Somos especialistas em contabilidade e finanças de empresas de e-commerce, conhecemos profundamente a legislação e sabemos as dores e necessidades dos empreendedores deste segmento. Clique aqui agora e saiba tudo o que podemos fazer para turbinar ainda mais o seu negócio.

Veja mais conteúdos

Recomendado só para você
Saiba como abrir empresa de infoprodutos do jeito certo Conheça…
Cresta Posts Box by CP
Open chat
Precisa de ajuda? 🧐