Pagar os impostos é dever de toda empresa e para isso é fundamental conhecê-los.

Esteja Atento A Todos Os Impostos Incidentes Sobre Sua Empresa De Representacao Comercial Blog - AM Contabilidade Online

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Esteja atento a todos os impostos incidentes sobre a sua empresa de representação comercial

Conhecer os impostos que incidem sobre o seu negócio é indispensável para que a sua empresa não tenha problemas com questões tributárias. 

A empresa de representação comercial, assim como qualquer outro negócio de prestação de serviços, é incumbida de pagar impostos

Para saber os impostos que irão incidir na empresa é preciso, primeiramente, que seja decidido o enquadramento tributário que ela irá adotar.

Para realizar o enquadramento é indispensável que a empresa contrate um profissional que levantará as particularidades do seu negócio. 

Assim, saberá qual é o regime tributário mais indicado para enquadrá-la. 

Conhecer sobre os impostos atribuídos ao seu negócio é um dos elementos mais importantes para um controle contábil eficiente.

Caso os impostos sejam negligenciados, é provável que a empresa sofra algum impacto negativo em seu setor financeiro.

Elaboramos esse post para que você conheça os impostos que podem incidir na sua empresa de representação comercial. 

Ficar a par desses tributos ajuda o seu negócio a estar sempre em dia com as obrigações fiscais para que não sofra com multas.

Conhecendo os impostos para empresas de representação comercial

Como dito anteriormente, para conhecer os impostos incidentes para empresas desse ramo é preciso, em primeiro lugar, decidir o regime tributário que será adotado pelo negócio. 

No Brasil, existem quatro principais regimes tributários, são eles: o microempreendedor individual (MEI), o simples nacional, o lucro real e o lucro presumido. 

É de suma importância destacar que empresas de representação comercial não podem optar pelo enquadramento no regime MEI. 

Pois, de acordo com as normas reguladoras de representação comercial, essas empresas não se enquadram nos critérios de microempreendedor individual. 

Portanto, quem atua nesse regime tributário está sujeito a receber punições pelo conselho regional dos representantes comerciais (CORE).

Entretanto, na impossibilidade de escolher o regime MEI, a empresa pode optar por um dos outros três regimes tributários. 

  • O Simples Nacional

O primeiro é o regime do simples nacional, ele tem o objetivo de simplificar os impostos que a empresa precisa pagar. 

Nesse caso, quem opta por essa modalidade deverá pagar mensalmente o DAS (documento de arrecadação simples). 

Realizando o pagamento dessa guia de recolhimento, a empresa estará pagando todos os impostos atribuídos ao regime escolhido, o que ajuda a simplificar as questões tributárias. 

Os impostos pagos por meio do Simples Nacional são:

  • IRPJ — Imposto de Renda Pessoa Jurídica;
  • IPI — Imposto Sobre Produtos Industrializados;
  • CSLL — Contribuição Sobre o Lucro Líquido;
  • Cofins;
  • PIS/PASEP;
  • Contribuição Patronal Previdenciária;
  • ICMS — Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços de Transporte e Comunicação;
  • ISS — Imposto Sobre Serviço.

Esse regime de tributação é dividido em cinco anexos distintos, assim, cada um possui regras, atividades e definições que as empresas devem se adequar. 

A empresa de representação comercial pode ser enquadrada no anexo cinco com alíquota a partir de 15,50%, ou no anexo três com alíquota inicial em 6%. 

Vale ressaltar que nos dois casos a alíquota irá aumentar de acordo com o aumento do faturamento do negócio. 

  • Lucro real

O regime tributário do Lucro Real possui condições específicas e é considerado como o mais complexo. 

Normalmente, ele costuma ser adotado por empresas que possuem um faturamento muito alto.

Para adotá-lo, a empresa de representação comercial deve ter receita superior a 78 milhões de reais. 

Os impostos pagos pela empresa que escolher o Lucro Real são os seguintes:

  • IRPJ: alíquota de 15% sobre o lucro, relacionada ao imposto de renda pessoa jurídica;
  • alíquota de 9% de Contribuição social sobre o Lucro Líquido; 

Além de impostos sobre o faturamento, que são:

  • alíquota de 1,65% de PIS;
  • alíquota de 7,60% de COFINS; 
  • alíquota de 2% até 5% de imposto sobre serviço, que varia de acordo com cada município.  

Ainda irá incidir sobre a sua empresa, os impostos relacionados à sua folha de pagamento, que irão compreender:

    • alíquota de 20% de INSS patronal;
    • alíquota de 5,8% de contribuição a terceiros junto ao INSS;
    • alíquota de 1% a 3% de SAT, de acordo com o risco de acidente de trabalho, esse também é pago junto ao INSS.

  • Lucro presumido

Para que a empresa se enquadre no regime de Lucro Presumido, é necessário que a sua receita seja de, no máximo, 78 milhões de reais por ano.

Ou, ainda, 6,5 milhões de lucro mensal. Dessa forma, os tributos a serem pagos pela empresa optante são de 32% com base no seu faturamento presumido.

Esses impostos são divididos entre:

  • Cofins: 3%;
  • Imposto de renda pessoa jurídica: 15% sobre presunção;
  • PIS: 0,65%;
  • CSLL: 9%;
  • ISS de 1% a 5% (dependerá de cada município). 

Para escolher o regime tributário ideal para a sua empresa, você deverá analisar vários fatores, por isso, é importante contar com a ajuda de um profissional.  

Pague menos impostos com a assessoria contábil e tributária da AM Contabilidade

Para saber quais são os impostos que irão incidir sobre a sua empresa de representação comercial, é preciso tomar conhecimento do regime tributário que será adotado. 

No Brasil, existem quatro regimes tributários principais. São eles: o MEI, Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido. 

É de suma importância destacar que empresas do segmento da representação comercial não podem optar pelo enquadramento MEI.

Além disso, as que escolherem adotar esse regime de tributação estarão agindo ilegalmente e estarão sujeitas à cobrança de multas. 

O regime tributário escolhido precisa ser o que mais esteja adequado à realidade de sua empresa. 

Optar por uma maneira de recolhimento equivocada poderá fazer com que o seu negócio acabe pagando impostos desnecessários, o que poderá gerar problemas financeiros graves que podem prejudicar o bom andamento financeiro do seu negócio. 

Por isso, conte com os serviços contábeis e tributários de excelência da AM Contabilidade. Nossa equipe especializada em tributação irá realizar o melhor planejamento tributário para a sua empresa, escolhendo o regime tributário mais adequado ao seu negócio.

Além disso,  eles trarão mais organização e controle para que você pague os impostos em dia, evitando que a sua empresa tenha problemas com o fisco.

Sendo assim, não perca mais tempo e entre em contato conosco agora mesmo!

Ter um planejamento tributário de excelência!

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da AM Contabilidade Online.

Muito mais do que apenas o envio de impostos e o cumprimento das obrigações: conosco, além de você encontrar soluções para o seu negócio, também pode contar sempre com nossos especialistas para o que for relacionado à contabilidade enquanto propulsora do crescimento de seu negócio.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

Estamos apenas te esperando.

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post post

Falar com especialista agora!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Posts Relacionados

Sem Título 1 - AM Contabilidade Online

Conheça as tabelas do Simples Nacional para 2022

Você sabia que nada menos do que 87% de todos os pequenos negócios do Brasil são optantes do Simples Nacional, segundo pesquisa do Sebrae? Essa esmagadora maioria escolheu esse regime de tributação simplificado por conta da facilidade que uma única

A EIRELI foi extinta. E agora?

Em vigor desde o dia 27 de agosto de 2021, a Lei 14.195/21 extingue, no Brasil, as Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada (EIRELI). A partir desta data, essa natureza jurídica está extinta no Brasil. Mas, e agora? E todas as

Foto Pro Artigo - AM Contabilidade Online

Comprar um carro no CNPJ vale a pena?

Uma das perguntas mais comuns que empreendedores de todo o país nos fazem é: comprar um carro no CNPJ vale a pena? Muitos empresários nos procuram para discutir esse assunto e saber como a compra de um automóvel pela pessoa

Recomendado só para você
O Brasil é um país empreendedor por natureza, tanto que…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top