Utilize o Fator R a favor da sua empresa e reduza custos.

Tudo Aquilo De Que Voce Precisa Saber Sobre O Fator R Na Prestacao De Servicos Blog - AM Contabilidade Online

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Tudo de que você precisa saber sobre o Fator R na prestação de serviços

O cálculo do Fator R é uma excelente alternativa para reduzir custos com a tributação. Leia nosso artigo para saber mais.

Você sabe o que significa Fator R? Não? Então, você veio ao lugar certo!

Tenha em mente que esse conceito, previsto na legislação, poderá ajudar sua empresa a economizar muito!

Ele consiste em uma prerrogativa concedida a empresas optantes pelo Simples Nacional, e seu principal objetivo é facilitar a vida dos pequenos e médios prestadores de serviços.

Por meio dessa regra, empreendimentos enquadrados em determinadas condições têm obrigações tributárias reduzidas.

E se você possui uma prestadora de serviços e deseja saber se esse é o seu caso, fique com a gente até o final.

Neste artigo, falaremos tudo sobre o Fator R do Simples Nacional e como ele pode minimizar custos significativamente em sua empresa.

Confira!

O que é Fator R?

O Fator R é o cálculo efetuado para indicar em qual anexo do Simples Nacional uma determinada empresa estará enquadrada. As possibilidades são os anexos III e V.

Ele consiste em uma alíquota referente à relação entre dois indicadores: faturamento bruto no último ano e gastos referentes à folha de pagamento.

Esse indicador é representado em forma de percentual. A seu valor, estão atrelados os custos com pagamento de salários, demais encargos e Pró-Labore.

Basicamente, essa medida foi estabelecida pela Lei Complementar N°123 para auxiliar aqueles empresários que têm maiores gastos com manutenção de funcionários.

Assim, uma empresa que possua maiores gastos nesse sentido terá um Fator R maior. Em consequência disso, há uma diminuição na alíquota que incide sobre ela.

Quais atividades podem utilizar o cálculo do Fator R?

Antes de calcular o Fator R e usufruir de todos os seus benefícios, você deve verificar se as atividades exercidas em sua empresa estão incluídas no rol que tem direito a utilizá-lo.

Para isso, verifique a lista de prestadores de serviços abaixo:

  • Medicina (inclusive laboratorial);
  • fisioterapia;
  • enfermagem;
  • odontologia;
  • prótese dentária;
  • psicologia;
  • psicanálise;
  • terapia ocupacional;
  • fonoaudiologia;
  • próteses em geral;
  • acupuntura;
  • nutrição;
  • vacinação;
  • bancos de leite;
  • medicina veterinária;
  • podologia;
  • academias de dança, ioga, artes marciais e capoeira;
  • academias para prática de atividade física;
  • administração e locação de imóveis;
  • arquitetura e urbanismo;
  • engenharia, design e desenho;
  • agronomia;
  • cartografia, topografia e medição;
  • perícia, avaliação e leilão;
  • representação comercial e intermediação de negócios;
  • auditoria, economia, gestão, consultoria, organização, controle e administração;
  • planejamento, confecção e manutenção de páginas eletrônicas;
  • desenvolvimento de softwares e jogos eletrônicos;
  • comissária, tradução e interpretação;
  • montadoras de estandes para feiras;
  • despachantes;
  • agenciamento;
  • jornalismo e publicidade;
  • outros serviços de natureza técnica, intelectual, artística, cultural, científica ou desportiva, desde que não constantes dos anexos III ou IV da Lei Complementar nº 123/2006.

Quais as principais vantagens de utilizar o Fator R?

Como se pôde observar acima, a lista para enquadramento no Fator R é bastante extensa. Conheça, agora, algumas das principais vantagens de utilizar esse indicador:

  • Redução na carga tributária proporcional aos gastos com folha de pagamento;
  • possibilidade de maiores investimentos em outras áreas da empresa;
  • incentivo ao oferecimento de melhores condições remuneratórias para os colaboradores;
  • maior contratação de pessoal e impacto positivo no número de trabalhadores formais existentes no país;
  • consequente redução da taxa de desemprego nacional;
  • diminuição na burocracia;
  • otimização de processos;
  • melhora no fluxo de caixa;
  • maior controle da saúde financeira de sua prestadora de serviços.

Como calcular o Fator R para sua empresa?

O cálculo do Fator R não é uma tarefa simples. Na realidade, são consideradas variáveis um tanto quanto complexas.

Para efetuá-lo da maneira correta e evitar ao máximo o retrabalho, recomendamos fortemente a contratação de um escritório de contabilidade especializado.

Somente assim, você terá segurança nos números apresentados e saberá que, de fato, está usufruindo do que há de melhor na legislação.

Todavia, nossa missão aqui é informar. Por isso, vamos apresentar agora uma explicação sobre como realizar os cálculos referentes ao Fator R, dividida em etapas.

Acompanhe:

  1. Verifique qual foi o valor da receita bruta da sua empresa no período dos últimos 12 (doze) meses;
  2. Verifique qual foi o valor referente aos gastos com folha de pagamento, considerando todos os encargos existentes (inclusive Pró-Labore e FGTS);
  3. Utilize a fórmula “Fator R = massa salarial / receita bruta”;
  4. Após obtenção do valor, observe o seguinte:
  • massa salarial maior que zero e receita bruta igual a zero: Fator R igual a 0,28 (28%);
  • massa salarial igual a zero e receita bruta maior que zero: Fator R igual a 0,01 (1%);
  • massa salarial e receita bruta maiores do que zero: Fator R igual ao resultado da divisão.
  1. Verifique em qual dos anexos seu resultado se enquadra. Para isso, faça a seguinte análise:
  • Fator R maior ou igual a 0,28 (28%): enquadramento no Anexo III, cuja alíquota varia entre 6% e 33%, conforme o faturamento anual (ordem crescente);
  • Fator R menor do que 0,28 (28%): enquadramento no Anexo V, cuja alíquota varia entre 15,50% e 30,50%, conforme o faturamento anual (ordem crescente).

Conclusão

A jornada do empreendedor é repleta de desafios. Eles não dizem respeito somente ao trabalho ou ao esforço demandado, mas também aos custos despendidos.

Em meio a inúmeras despesas pagas pelas empresas diariamente, as obrigações com o fisco certamente representam uma grande fatia.

Considerando a crise que enfrentamos atualmente, a nível mundial, deve-se buscar todas as alternativas possíveis para economizar em qualquer área.

Dessa forma, a possibilidade de pagar menos impostos com o cálculo do Fator R é uma excelente opção para os prestadores de serviço.

Sabemos, contudo, que nem todos os empreendedores possuem tempo ou conhecimento suficientes para fazer esse tipo de análise.

Mas não se preocupe: deixe esse trabalho com a gente!

Nossa equipe de contadores altamente capacitados possui a experiência e o know how necessários para elaborar o melhor planejamento tributário para seu negócio.

Estamos sempre à disposição para tirar suas dúvidas e prestar apoio onde você estiver. Contate-nos agora mesmo e faça seu orçamento!

E aí, você já conhecia o Fator R? O que achou da possibilidade de aplicá-lo em sua prestadora de serviços?

Compartilhe este post com alguém que precisa dessa informação e não deixe de dar sua opinião, aqui nos comentários!

AM Contabilidade: de tributos, nós entendemos! 

Conte com o apoio de uma assessoria contábil especializada para calcular o Fator R em sua empresa. 

Nós, da AM Contabilidade, estamos preparados para ajudar na conformidade fiscal da sua empresa.

Fale com a gente, clicando no ícone do WhatsApp, e saiba mais!

Contratar um contador para realizar o cálculo do Fator R em minha empresa!

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da AM Contabilidade Online.

Muito mais do que apenas o envio de impostos e o cumprimento das obrigações: conosco, além de você encontrar soluções para o seu negócio, também pode contar sempre com nossos especialistas para o que for relacionado à contabilidade enquanto propulsora do crescimento de seu negócio.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

Estamos apenas te esperando.

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post post

Falar com especialista agora!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Posts Relacionados

Sem Título 1 - AM Contabilidade Online

Conheça as tabelas do Simples Nacional para 2022

Você sabia que nada menos do que 87% de todos os pequenos negócios do Brasil são optantes do Simples Nacional, segundo pesquisa do Sebrae? Essa esmagadora maioria escolheu esse regime de tributação simplificado por conta da facilidade que uma única

A EIRELI foi extinta. E agora?

Em vigor desde o dia 27 de agosto de 2021, a Lei 14.195/21 extingue, no Brasil, as Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada (EIRELI). A partir desta data, essa natureza jurídica está extinta no Brasil. Mas, e agora? E todas as

Foto Pro Artigo - AM Contabilidade Online

Comprar um carro no CNPJ vale a pena?

Uma das perguntas mais comuns que empreendedores de todo o país nos fazem é: comprar um carro no CNPJ vale a pena? Muitos empresários nos procuram para discutir esse assunto e saber como a compra de um automóvel pela pessoa

Recomendado só para você
Muitos advogados de todo o país procuram a AM Contabilidade…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top