Parcelamento MEI (03/07): FIQUE ATENTO!

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Comitê gestor do Simples Nacional regulamenta o parcelamento de débitos MEI

O MEI (Microempreendedor Individual) foi criado há alguns anos pelo Governo Federal com objetivo de tirar uma parcela significativa de trabalhadores da informalidade, garantir direitos trabalhistas e ao mesmo tempo aumentar a receita do Estado.

Em junho deste ano, foi publicado no Diário Oficial da União a Instrução Normativa RFB n° 1713/2017 que dita o parcelamento de dívidas apuradas pelo MEI.

De acordo com a norma, o microempreendedor individual que tiver boletos mensais em aberto com a Receita poderá parcelar débitos, apurados até a competência maio de 2016, em até 120 meses!

Você enquanto MEI pode solicitar o pedido de parcelamento da dívida a partir do dia 03 de julho e o valor mínimo de cada prestação deve ser de R$ 50.

Tal pedido de parcelamento MEI 2017 deverá ser apresentado exclusivamente por meio do site da Receita Federal, do Portal Simples Nacional ou do Portal e-CAC.

Parcelamento MEI – prazo para aderir ao programa

Conforme informado pela RF, o prazo para você aderir ao programa de renegociação das dívidas MEI é de 90 dias com início dia 03 de julho, sendo necessário fazer o pagamento da primeira prestação para que o pedido de parcelamento produza efeito.

Ademais, é condição para o parcelamento MEI 2017 que você apresente a Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN-Simei) correspondente aos respectivos períodos a serem parcelados.

É a primeira vez que este segmento empresarial está sendo permitido pagar em parcelas os impostos devidos à Receita Federal.

Parcelamento MEI não disciplinado pela Instrução Normativa RFB n° 1713/2017

Também a partir do próximo dia 03 de julho, o MEI poderá solicitar o parcelamento convencional, ou seja, das dívidas apuradas não inclusas no regulamento disciplinado pela referida instrução normativa.

Nesta modalidade de parcelamento:

  • O prazo máximo para as prestações serem pagas é de 60 meses.
  • O valor mínimo de cada parcela é também de R$ 50.

Todos os débitos até o último período declarado na DASN-Simei também poderão ser parcelados.

Inadimplência dos microempreendedores individuais

Segundo Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae, o índice de microempreendedores individuais que possuem boletos atrasados é de 60%; o que se torna bastante preocupante tendo em vista que o MEI é um programa voltado para a redução da informalidade com valores reduzidos.

Ainda de acordo com Afif, quem sai mais prejudicado com a falta de pagamento da contribuição mensal é o próprio microempreendedor individual e este foi um dos principais motivos pelo qual se empenharam para conseguir junto à Receita Federal este parcelamento MEI.

Atualmente, existem mais de sete milhões de pessoas no Brasil cadastradas no Simples Nacional que se formalizaram como MEI desde que a lei do microempreendedor individual foi criada, em julho de 2009.

O número de empreendimentos desse porte, segundo o Sebrae, já superou a quantidade de micro e pequenas empresas, que corresponde a 5 milhões em todo o país.

Entretanto:

  • De acordo com a RF o saldo devedor atual dos MEIs é de R$1,7 bilhão.
  • Segundo dados do Fisco, dos 6,94 milhões de microempreendedores individuais cadastrados no mês de março/2017, somente 2,78 milhões fizeram o pagamento do boleto mensal; ou seja, o percentual de inadimplência vem se mantendo há anos em 60%.

O MEI que não paga seus débitos junto ao Fisco corre grande risco de não ter acesso a determinados direitos previdenciários como aposentadoria invalidez, auxílio-doença e salário maternidade, por exemplo.

Certamente houve um grande avanço na formalização de trabalhadores quando da criação do MEI e o aumento do número de microempresários é visto atualmente como sendo um empreendedorismo emergencial, vez que reflete diretamente a alta taxa de desemprego e a forte queda de vagas no mercado formal de trabalho.

Portanto, fique atento quanto ao parcelamento MEI 2017. Não perca esta oportunidade.

Caso tenha mais alguma dúvida, não hesite em solicitar apoio de uma contabilidade especializada para te passar todas as orientações referentes a este programa de parcelamento de débitos.

Combinado?

Entre em contato conosco e desfrute de uma contabilidade online de alta performance que cuidará de toda sua contabilidade, sem que você tenha dores de cabeça ou prejuízos!

Um forte abraço.

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da AM Contabilidade Online.

Muito mais do que apenas o envio de impostos e o cumprimento das obrigações: conosco, além de você encontrar soluções para o seu negócio, também pode contar sempre com nossos especialistas para o que for relacionado à contabilidade enquanto propulsora do crescimento de seu negócio.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

Estamos apenas te esperando.

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Falar com especialista agora!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Posts Relacionados

Screenshot 196 - AM Contabilidade Online

Vale a pena pedir um empréstimo para abrir uma empresa?

Você tem uma excelente ideia para empreender ou identificou uma oportunidade de negócio imperdível. Também tem coragem de se aventurar no mundo dos negócios, porque tem sangue de empreendedor correndo em suas veias. Tudo ok, mas e o capital para

Screenshot 187 - AM Contabilidade Online

Como abrir uma empresa em São Paulo?

Se você pensa em empreender na maior cidade da América Latina, precisará saber como abrir uma empresa em São Paulo. É a cidade mais populosa de todo o hemisfério sul, um gigante da economia e das finanças do Brasil e

Entenda A Importancia De Regularizar O Cnpj E Quais Os Passos Para Realizar Esse Procedimento Blog (1) - AM Contabilidade Online

Como regularizar CNPJ inapto?

Saiba o que você precisa para regularizar CNPJ inapto Evite problemas sérios, conheça a importância e os meios de realizar a regularização de seu CNPJ inapto O Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, mais conhecido como CNPJ, é o documento mais

Screenshot 172 - AM Contabilidade Online

Você sabe como administrar uma pequena empresa?

Quem tem o empreendedorismo na veia sonha em abrir o seu próprio negócio. Isso significa a possibilidade de prosperar mais, de fazer o que se gosta e de não mais precisar prestar contas para um chefe ou para o patrão.

Screenshot 157 - AM Contabilidade Online

Como abrir uma empresa em Campo Grande (MS)?

Campo Grande é uma das cidades mais fáceis e baratas para abrir uma empresa. O empreendedorismo é estimulado pela prefeitura, que abre as portas para aqueles que ali querem investir. Mas a capital do Mato Grosso do Sul oferece muito

Recomendado só para você
  O que acontece quando um profissional atua de forma…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top