Conheça as tabelas do Simples Nacional para 2022

Sem Título 1 - AM Contabilidade Online

Compartilhe nas redes!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Você sabia que nada menos do que 87% de todos os pequenos negócios do Brasil são optantes do Simples Nacional, segundo pesquisa do Sebrae? Essa esmagadora maioria escolheu esse regime de tributação simplificado por conta da facilidade que uma única guia contendo todos os impostos oferece, mas a verdade é que o Simples Nacional não é tão simples assim. Afinal, são cinco anexos e diversas combinações, que podem trazer vantagens e desvantagens para as empresas.

O Simples Nacional tem suas regras próprias, que precisam obviamente ser seguidas pelos optantes. Mas há formas e formas de seguir essas regras, há brechas que muitas vezes permitem uma melhor classificação, na busca por alíquotas menores. É um trabalho que merece toda a atenção do seu contador.

A AM Contabilidade Online preparou este conteúdo para lhe informar tudo sobre o Simples Nacional em 2022. Leia-o até o fim, fique muito bem informado e saiba que se precisar de alguma ajuda, estamos aqui para lhe apoiar!

O que é Simples Nacional?

O Simples Nacional, também conhecido como Super Simples, foi criado originalmente em 1996, mas reformulado em 2007 pela Lei Complementar nº 123/06. A ideia era oferecer aos empreendedores um regime tributário simplificado e vantajoso, com uma baixa carga tributária.

A principal característica do Simples Nacional é reunir em uma única guia todos os tributos federais, estaduais e municipais que devem ser pagos. Isso de fato facilita muito a vida das empresas. Outra característica importante é que há um limite de faturamento para permanecer neste regime tributário: até R$ 4,8 milhões anuais.

Os tributos que o Simples Nacional unifica

Federais:

  • Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Contribuição para o PIS/Pasep;
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins);
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).
  • Previdência: Contribuição Patronal Previdenciária (CPP).

Estaduais e Municipais:

  • Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS); ou
  • Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

Qual o prazo para aderir ao Simples Nacional?

Para tributar pelo Simples Nacional ao longo de 2022, a empresa deve aderir a este regime tributário até o último dia de janeiro, ou seja, dia 31. Depois disso, só no ano que vem!

As mudanças pelas quais o Simples Nacional passou em 2018

As mudanças mais recentes no Simples Nacional aconteceram em 2018, por meio da Lei Complementar nº 155. São elas:

  • O teto de faturamento para permanecer no Simples Nacional 2022 passou de R$3,6 milhões anuais para R$4,8 milhões anuais, aumentando a base de empresas que podem aderir a esse regime tributário.
  • Se o faturamento bruto da empresa passar de R$3,6 milhões anuais, somente os impostos federais são unificados.
  • De acordo com o faturamento da empresa no mês, será possível pagar mais ou menos imposto. Essa situação é muito comum para empresas que utilizam o fator “R”.
  • Produtores e atacadistas de bebidas alcoólicas passaram a poder aderir ao regime tributário simplificado.
  • Para todas as micro e pequenas empresas que tiverem uma receita bruta anual acima de R$180 mil, a alíquota passará a ter base no faturamento total, e não apenas somente ao mês determinado.

O que é fator “R”?

Uma das novidades de 2018 foi a criação de um cálculo feito para encaixar a empresa em algum dos cinco anexos do Simples Nacional. Este cálculo é chamado de fator “R” e serve para beneficiar aquela empresa que tem muitas despesas operacionais com uma carga tributária menor.

Mas como utilizá-lo para seguir um anexo com menor tributação? Divida a folha de pagamento dos últimos 12 meses (incluindo pró-labore) pelo faturamento bruto obtido nos últimos 12 meses. Se o resultado for igual ou maior que 28%, a tributação do último mês será pelo anexo III, com alíquota inicial de 6%. Se não, segue o anexo V, com alíquota inicial de 15,5%.

As tabelas do Simples Nacional em 2022

Anexo I: todas as atividades de comércio.

Receita Bruta Total em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até R$ 180.000,00 4% 0
De R$ 180.000,01 a R$ 360.000,00 7,3% R$ 5.940,00
De R$ 360.000,01 a R$ 720.000,00 9,5% R$ 13.860,00
De R$ 720.000,01 a R$ 1.800.000,00 10,7% R$ 22.500,00
De R$ 1.800.000,01 a R$ 3.600.000,00 14,3% R$ 87.300,00
De R$ 3.600.000,01 a R$ 4.800.000,00 19% R$ 378.000,00

 

Anexo II: todas as atividades industriais

Receita Bruta Total em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até R$ 180.000,00 4,5% 0
De R$ 180.000,01 a R$ 360.000,00 7,8% R$ 5.940,00
De R$ 360.000,01 a R$ 720.000,00 10% R$ 13.860,00
De R$ 720.000,01 a R$ 1.800.000,00 11,2% R$ 22.500,00
De R$ 1.800.000,01 a R$ 3.600.000,00 14,7% R$ 85.500,00
De R$ 3.600.000,01 a R$ 4.800.000,00 30% R$ 720.000,00

 

Anexo III: empresas que prestam serviços a uma pessoa física ou jurídica

Receita Bruta Total em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até R$ 180.000,00 6% 0
De R$ 180.000,01 a R$ 360.000,00 11,2% R$ 9.360,00
De R$ 360.000,01 a R$ 720.000,00 13,5% R$ 17.640,00
De R$ 720.000,01 a R$ 1.800.000,00 16% R$ 35.640,00
De R$ 1.800.000,01 a R$ 3.600.000,00 21% R$ 125.640,00
De R$ 3.600.000,01 a R$ 4.800.000,00 33% R$ 648.000,00

 

Anexo IV: todos os serviços advocatícios, serviços de limpeza, construção civil e outros.

Receita Bruta Total em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até R$ 180.000,00 4,5% 0
De R$ 180.000,01 a R$ 360.000,00 9% R$ 8.100,00
De R$ 360.000,01 a R$ 720.000,00 10,2% R$ 12.420,00
De R$ 720.000,01 a R$ 1.800.000,00 14% R$ 39.780,00
De R$ 1.800.000,01 a R$ 3.600.000,00 22% R$ 183.780,00
De R$ 3.600.000,01 a R$ 4.800.000,00 33% R$ 828.000,00

 

Anexo V: todos os serviços jornalísticos, de auditoria, tecnologia, engenharia e outros.

Receita Bruta Total em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até R$ 180.000,00 15,5% 0
De R$ 180.000,01 a R$ 360.000,00 18% R$ 4.500,00
De R$ 360.000,01 a R$ 720.000,00 19,5% R$ 9.900,00
De R$ 720.000,01 a R$ 1.800.000,00 20,5% R$ 17.100,00
De R$ 1.800.000,01 a R$ 3.600.000,00 23% R$ 62.100,00
De R$ 3.600.000,01 a R$ 4.800.000,00 30,5% R$ 540.000,00

Afinal, o Simples Nacional vale a pena?

Você precisa sentar com o seu contador e fazer contas. Dependendo do anexo que ela terá que seguir e do faturamento, o regime tributário do lucro presumido pode ser mais vantajoso, ainda que não haja simplificação de impostos em uma única guia. Peça para o seu contador lhe ajudar a definir o que é melhor para sua empresa, afinal quanto menos impostos ela pagar, melhor será seu resultado final.

A AM Contabilidade Online pode lhe ajudar a encontrar o melhor regime tributário para sua empresa

A AM Contabilidade Online está pronta para lhe ajudar a encontrar o melhor regime tributário para a sua empresa. Essa é uma das tarefas que uma boa assessoria contábil deve exercer, porque um planejamento tributário adequado pode fazer toda a diferença nos resultados alcançados. Clique aqui e converse com um de nossos especialistas em regime tributário. Certamente podemos ajudar sua empresa a pagar menos impostos e a faturar mais.

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da AM Contabilidade Online.

Muito mais do que apenas o envio de impostos e o cumprimento das obrigações: conosco, além de você encontrar soluções para o seu negócio, também pode contar sempre com nossos especialistas para o que for relacionado à contabilidade enquanto propulsora do crescimento de seu negócio.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

Estamos apenas te esperando.

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post post

Falar com especialista agora!

Compartilhe nas redes:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Posts Relacionados

Saiba Agora Mesmo Como Encantar Clientes Blog - AM Contabilidade Online

Como encantar clientes: quais as dicas?

Conheça 5 dicas de como encantar clientes para suas atividades como representante comercial Confira, neste artigo, quais as principais dicas para conseguir encantar clientes em suas atividades como representante comercial Todos sabem que a retenção de clientes é um dos

Receita Federal Prorroga O Prazo Da Declaracao Do Imposto De Renda 2022 Blog - AM Contabilidade Online

Prorrogação IRPF 2022: entenda com aproveitar, infoprodutor

Entenda como aproveitar a prorrogação IRPF 2022 para otimizar o envio da sua declaração Infoprodutor, reunimos informações importantes, as quais vão ajudar você a aproveitar melhor a prorrogação do IRPF 2022 Você ficou sabendo que houve a prorrogação do IRPF

Conheca Os Detalhes Sobre A Lei 488665 Para Representantes Comerciais Blog - AM Contabilidade Online

Lei 4.886/65: de que você precisa saber?

Conheça os detalhes sobre a Lei 4.886/65 para representantes comerciais e o direito ao 1/12 avos que ela permite ao profissional Entender as questões pertinentes ao vínculo empregatício de um representante comercial é fundamental. Confira, neste artigo, todos os detalhes

Recomendado só para você
Descubra agora como estruturar os processos contábeis do seu negócio…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top